Jovem diz que foi puxada com carro em movimento pelo ex; vídeo

O suspeito afirmou que acelerou porque ela estava com um estilete.

Uma jovem de 24 anos disse que perdeu parte dos movimentos do braço direito após ser puxada com um carro pelo ex-namorado em São Paulo. “Se não ficar comigo, não ficará com mais ninguém”, foi a frase dita pelo homem de 26 anos, segundo Thais Gonzales, quando ela terminou o relacionamento de 1 ano do casal. Com a queda, a mulher teve ossos do cotovelo quebrados e ouviu dos médicos que não terá mais 100% dos movimentos. O homem negou ter segurado a ex-namorada e disse que tentava fugir da mulher que tinha um estilete na mão.

O suspeito disse que usará mesmo vídeo para tentar provar que não cometeu agressão. Thais afirmou que a agressão aconteceu porque ela terminou o namoro abusivo. O casal estava indo viajar para o sítio do rapaz, mas discutiram e resolveram voltar para casa da jovem, no bairro Green Village. “Ele descarregou minhas malas e eu disse que nós não iríamos mais ficar juntos”, afirmou a jovem.

O vídeo mostra a mãe de Thais correndo para socorrer a filha depois que ela cai ao lado do veículo, que segue em frente. Como era feriado, ela foi levada para um pronto-socorro de Sumaré (SP) e transferida para o Hospital Regional, onde ficou internada por 8 dias. Além dos ferimentos devido à queda no asfalto, a jovem ficou com diversos ossos do cotovelo quebrados.

Thais Gonzales contou que sempre foi uma mulher independente, mas agora, dois meses após a agressão, depende da ajuda da mãe para fazer coisas básicas da rotina, como escovar os dentes e se vestir. Ela cursava faculdade de nutrição, mas trancou a graduação pois a maioria das aulas são práticas. “Estou cogitando trocar de curso. Como vou fazer as atividades práticas se não consigo mexer o braço direito?”, questionou.

Thais afirmou que tentou terminar o namoro por diversas vezes, mas o ex ameaçava cometer suicídio. “Ele falava que ia se jogar da ponte, dar um tiro na cabeça e me fazia sentir culpada”. “Uma vez, eu tentei terminar e ele me trancou no quarto dele. Fiquei presa por uma hora e ele só me soltou quando eu concordei continuar”, relatou.

O ex de Thais negou ter segurado a jovem pelo braço e que também vai usar o vídeo das câmeras de segurança para provar que é inocente. Ele afirmou que não queria ter o nome divulgado e que tentou fugir da mulher com o carro porque ela estava com um estilete na mão e correu atrás do veículo.

Questionado sobre por que não parou para ajudar a jovem depois que ela caiu ao lado do carro em movimento, o homem disse que retornou ao local após alguns segundos para prestar socorro, mas que a ex-namorada e a mãe dela se negaram a aceitar o auxílio. O rapaz afirmou também que Thais "cortou" a parte em que ele volta para ajudar no vídeo que divulgou no Facebook.

Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)
Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)
Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)
Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)
Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)
Thais Gonzales (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1