Jovem é agredida até a morte pelo marido desconfiado de paternidade

O homem acreditava que filho que ela estava esperando não era dele.

Uma jovem identificada como Natália Aparecida dos Santos Luiz, de 18 anos, foi agredida até a morte dentro da sua residência na região metropolitana de São Paulo. De acordo com investigações da polícia, um dos principais suspeitos é seu marido, Atemilson Pereira dos Santos, de 35 anos.

A motivação do crime, segundo testemunhas, foi o fato do acusado desconfiar de não ser o pai de um dos filhos dela. Os dois estavam casados há três anos e durante o tempo que estavam juntos se separaram dez vezes. Do relacionamento, o casal teve dois filhos: uma menina de 1 ano e 4 meses e um menino de 4 meses.

De acordo com a família, o marido era muito ciumento e não queria o fim do relacionamento, além disso ele achava que o filho mais novo do casal não era dele. Após o crime, o acusado chamou a mãe da jovem e afirmou que ela tinha cometido suicídio.

A vítima chegou a ser levada para o hospital pelo próprio marido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A perícia fez a investigação e foi constatado o homicídio. O caso foi levado para a delegacia mas o suspeito não foi preso.

Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta pelo marido (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do R7