Jovem é agredida por segurança de boate no centro de São Paulo

Fernanda chamou a polícia que não fez nada

Uma jovem foi vítima de violência física em uma boate no centro de São Paulo. Segundo relato publicado no Facebook, Fernanda Donnini apanhou ao reclamar que a sua comanda estava cobrando a mais do que ela realmente havia consumido.

"Ao indagar a mulher do caixa sobre a comanda que tinha algo que não foi consumido, foi surpreendida com ignorância e mesmo já tendo pago, deu um sinal para que os seguranças a prendessem onde estava", relatou uma amiga de Fernanda. "Ela foi agredida fisicamente, acertaram o rosto logo após de um mata leão e ao final foi jogada pra fora da balada com um empurrão e caiu de cara no chão."

Fernanda ainda revela que, ao chegar no local, a polícia só perguntou se ela não havia provocado alguém. "Não dá pra acreditar numa coisa dessas, mas infelizmente aconteceu e eu não presenciei para poder ajudá-la de alguma forma, e já que temos a tecnologia a nosso favor precisamos nos unir e acabar com esses seres escrotos, sem amor ao próximo e dar um fim nesse machismo. Porque SIM, machismo existe e é em todo lugar", finalizou a amiga de Fernanda.

Fernanda Donnini (Crédito: Reprodução)
Fernanda Donnini (Crédito: Reprodução)


Pelo Facebook, Fernanda contou que já fez uma denúncia, passou pelo IML e acionou os seus advogados. "Agora nessa festa não volto mais, muito menos nesse lugar", desabafou.

Em comunicado, a boate se colocou à disposição pra ajudar no caso: “Estamos ciente do ocorrido nessa última sexta-feira. A empresa não admite atitudes que envolvam violência. Assim que fomos comunicados começamos imediatamente a apurar os fatos. Estamos entrando em contato com a vítima para oferecer todo apoio e suporte e nos esforçaremos ao máximo para ajudar a polícia a identificar e punir os responsáveis pela agressão."

Fonte: Com informações da Glamour