Jovem é assassinada após dar fora em taxista no interior de Pernambuco

Suspeito trocou moto por arma dias antes de cometer o crime na cidade de Carpina

Um mototaxista confessou ter assassinado uma esteticista que se recusou a ficar com ele durante uma festa na cidade de Carpina, na zona da mata de Pernambuco, no último domingo (19). A polícia acredita que o suspeito premeditou o crime porque havia sido desprezado pela vítima outras vezes.


 Edilaine Carvalho de Melo, de 37 anos, e Hugo Leonardo Dias de Oliveira, de 33, estavam em uma festa na noite de domingo quando decidiram ir a um bar. Ele se interessou pela moça, mas ela não quis ficar com ele.

 Inconformado, o mototaxista atirou na cabeça da vítima, que morreu na hora. De acordo com o irmão de Edilaine, a irmã só conheceu o suspeito na noite do crime. Porém, a polícia acredita que o homem já conhecia a vítima.

 Oliveira foi preso na noite de quarta-feira (22). Ele confessou o crime à polícia, mas não quis conversar com a imprensa.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Oliveira comprou a arma usada no assassinado  há alguns dias. Inclusive, utilizou a moto como pagamento. A arma não foi encontrada.

— Ele trabalhava em uma faculdade particular e conhecia ela (sic) e a amiga dela. Segundo depoimentos, ele queria ficar com ela há muito tempo.

 Ainda de acordo com o delegado, em uma vaquejada realizada na cidade, o mototaxista deu em cima de Edilaine e foi desprezado. O homem ainda teria dito que ela o ‘deixava para baixo’.

Fonte: R7