Jovem é baleado no MA, agoniza, mas não recebe atendimento

Jovem é baleado no MA, agoniza, mas não recebe atendimento

O hospital e o IML se recusaram receber o corpo do jovem

Nesta quinta-feira (1º), Joerbeth Mendes da Silva, de 21 anos, morreu após ter sido alvejado com vários tiros no tórax. Familiares da vítima o encontraram agonizando por volta de 6h, em uma estrada vicinal no Bairro do Laranjal ? município de São José de Ribamar, na ilha de São Luís do Maranhão. O jovem foi socorrido pelos parentes e levado para o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), mas como já chegou sem vida não foi aceito naquela casa de saúde, foi conduzido então para o Instituto Médico Legal (IML), mas como estava sem a guia de exame cadavérico, expedida pelo delegado, também não foi recebido.

Segundo a prima da vítima, que não quis ser identificada, a família teria sido avisada por meio de uma ligação anônima sobre o ocorrido. Quando chegaram ao local, Joerbeth Mendes ainda agonizava, mas não conseguiu falar quem teria disparado contra ele. ?Fui com meu marido e outro primo, o encontramos gemendo de dor; por isso, o colocamos no banco traseiro do meu carro e o levamos para o Socorrão 2. Mas, chegando lá, ele já estava morto e o hospital se recusou a recebê-lo. Fomos para o IML e lá também o corpo não foi aceito porque precisavam de uma guia de exame cadavérico e do Boletim de Ocorrência?, disse ela.

Os parentes da vítima seguiram com o corpo no banco traseiro do veículo Corsa Classic, preto, de placa NWY-7345, até o 16º Distrito Policial, da Vila Embratel, onde conseguiram registrar o Boletim de Ocorrências e levar o corpo de volta ao IML, que deu entrada naquele instituto no final da manhã de ontem. Porém, o inquérito será conduzido pela Delegacia Especial de São José de Ribamar.

Fonte: Jornal Pequeno