Jovem é presa acusada de matar adolescente a pauladas e facadas

Jovem é presa acusada de matar adolescente a pauladas e facadas

O crime teve requintes de crueldade.

Uma mulher de 19 anos foi presa na sexta-feira (02) pela polícia baiana, acusada de ter assassinado com requintes de crueldade uma adolescente de 13 anos. Jucineide Santana Moreira estava sendo procurada desde a última terça-feira (28), quando a jovem foi morta a golpes de faca e pauladas.

O crime aconteceu em Vila de Abrantes, na Região Metropolitana de Salvador, e teria contado ainda com a participação de mais cinco pessoas, entre elas uma garota de 16 anos que foi apreendida e encaminhada à sede do Ministério Público Estadual, na capital baiana.

Apontada pela polícia como traficante, Jucineide está detida na carceragem da 26ª Delegacia de Polícia, responsável pela área onde o crime foi cometido. Uma segunda mulher, identificada como Raqueline Amparo Silva, 20, e um rapaz identificado como Ícaro dos Santos Duarte, além de outros dois adolescentes de 15 e 17 anos, ainda são procurados pela polícia, acusados de terem participado do crime.

Por meio de denúncias anônimas, os policiais chegaram até o local do crime. A adolescente foi encontrada com parte do corpo sob a terra em uma localidade chamada de Areal. A vítima apresentava vários ferimentos de faca. Segundo informações do titular da 26ª DP, Marcos Tebaldi, a garota foi atraída pelo grupo até a casa da suposta traficante.

Ao entrar no local, a garota foi espancada. ?O bando desconfiava que a vítima estaria repassando informações para traficantes rivais, acerca das atividades criminosa de um dos adolescentes homicidas, apelidado de Muvuca, que é namorado de Jucineide?, contou o delegado. Depois de ser espancada, a adolescente foi levada até o Areal e novamente agredida.

Após a segunda agressão, a garota foi enterrada. Mas, ao perceberem que ela ainda respirava, o grupo teria retirado a jovem do buraco e dado mais golpes com um pedaço de madeira, até sua morte.

?No momento da prisão, Jucineide estava com 14 pedras de crack e mais quatro dolões de maconha e alegou que a droga era do namorado Muvuca. Ela vai responder por tráfico de drogas e homicídio?, acrescentou o delegado.

Fonte: UOL