Jovem é preso acusado de esconder corpo de namorada em caixa d’água

Ela foi esquartejada e teve seu corpo dividido em três partes.

Nesta segunda-feira (06) a polícia prendeu Geovane Breia, de 25 anos, acusado de matar e esquartejar sua namorada, a professora universitária Andreia Oliveira Pinto, de 37, em Paracambi, no Rio de Janeiro. O crime aconteceu no último dia 30.

De acordo com informações, o corpo da professora foi encontrado dentro de uma caixa d’água, em sua residência. Os dois teriam discutido por ciúmes. Andreia foi esquartejada e teve seu corpo dividido em três partes. O delegado adjunto da DHBF, Evaristo Pontes Magalhães, afirma que ele confessou o crime, mas não demonstrou arrependimento.

"O rapaz não demonstrou nenhum tipo de arrependimento. Ele ficou com o corpo dela em casa durante um tempo e depois resolveu esquartejar porque não sabia o que fazer com o corpo. Prendemos ele na casa de um amigo em São Gonçalo (Região Metropolitana do Rio)", disse o delegado.

Segundo familiares, os dois mantinham um relacionamento há pelo menos dois meses. 

Image title

Image title





Fonte: Com informações do Extra