Jovem é preso após esfaquear os pais

A tragédia aconteceu no apartamento em que a família mora.

Um jovem de classe média foi preso na noite de domingo após esfaquear a mãe e o pai na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. A mulher foi atingida na cabeça, peito, abdome e braços. Um dos golpes perfurou o fígado. Ela foi operada no Hospital do Andaraí e, segundo médicos, não corre risco de morrer. O pai, ferido nos braços ao tentar salvar a mulher, foi medicado e liberado. Em depoimento, o filho único do casal, José Roberto Vicente de Oliveira Júnior, 20 anos, admitiu ter ingerido drogas antes do ataque.

A tragédia aconteceu no apartamento em que a família mora, na rua Bom Pastor 234. Por volta das 18h de ontem, o jovem esfaqueou os pais durante um surto provocado pela droga. Ele contou ter passado todo dia cheirando cocaína. "Cheirei R$ 60", disse.

Ao chegar em casa, teria exigido mais dinheiro da mãe, a dona de casa Iracema Magalhães Costa Oliveira, 52 anos. Como ela negou, ele foi à cozinha, pegou uma faca e a atacou no quarto. As marcas da violência ficaram nas paredes do apartamento, manchadas de sangue.

Ao ouvir os gritos da mulher, o advogado e contador José Roberto Vicente de Oliveira, 50 anos, tentou socorrê-la, contendo o filho, mas acabou também ferido nos braços. Vizinhos acionaram os bombeiros e a PM e Júnior foi preso em flagrante.

Na delegacia, já sem o efeito da droga, o rapaz contou que é viciado desde os 14 anos e que, por diversas vezes, pediu aos pais para interná-lo. "Eu sei que o final para isso é a morte ou alguma coisa assim", disse. Ele contou também que está em tratamento psiquiátrico por causa da dependência química, toma remédio controlado e não lembrava o que tinha acontecido. "Agora é que estou acordando. Parece um pesadelo. Quero falar com alguém e saber como minha mãe está. Rezo para ela ficar bem", disse, aos prantos.

Ele também revelou que estudava Direito, mas abandonou a faculdade por causa das drogas. Um carro que havia ganhado dos pais foi penhorado várias vezes em bocas-de-fumo e acabou vendido para pagar dívidas com drogas. José Roberto foi autuado por tentativa de homicídio na 19ª DP (Tijuca).

Fonte: Terra