Jovem é suspeito de assassinar dono de padaria durante assalto no Distrito Federal

Segundo testemunhas, três jovens entraram enquanto um ficou do lado de fora.

Quatro rapazes são suspeitos de participação no assassinato do dono de uma padaria, que ocorreu na quinta-feira (26), no Recanto das Emas, cidade do Distrito Federal. Dois menores que portavam a arma usada no assalto foram identificados pela polícia cerca de duas horas depois do crime. Um adolescente de 17 anos seria o autor dos disparos.

Segundo testemunhas, três jovens entraram enquanto um ficou do lado de fora. Lá dentro, os adolescentes renderam o dono da padaria e a sua esposa. Roubaram dinheiro do caixa e, no fim, um dos rapazes fez seis disparos, quatro falharam e dois atingiram a cabeça do dono da padaria, que ficou deitado no chão, sem reagir. A vítima de 51 anos, Gilberto Francisco Dourado, foi socorrida pelos bombeiros, mas morreu a caminho do Hospital Regional de Samambaia.

A família acredita que o crime pode ter sido encomendado e que Gilberto e a mulher vinham sofrendo ameaças por causa de uma suposta dívida trabalhista.

A última ameaça teria ocorrido há 15 dias, quando a esposa chegava de manhã à padaria. ?Dois caras atacaram ela. Um pegou na garganta e outro no cabelo. Disse que ela tinha que pagar, que eles tinham que pagar senão ia morrer um por um da família?, conta a testemunha que não quis se identificar.

A polícia, porém, não confirma essa hipótese e trabalha com a possibilidade de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. ?O adolescente suspeito de fazer os disparos cometeu um homicídio no início de janeiro deste ano. Foi por meio de denúncia e informantes que o pessoal chegou até ele e depois até a arma?, afirma o delegado Eder Charneski.

O corpo de Gilberto Francisco Dourado será enterrado nesta sexta-feira (27), na cidade de Correntina, na Bahia.

Fonte: g1, www.g1.com.br