Jovem empresário é morto a facadas em festa de carnaval

Ele tinha feito palestra sobre insegurança recentemente

O empresário Kaleu Torres, dono do Varejão do Povo, foi morto com uma facada logo abaixo do peito esquerdo, na noite deste carnaval de segunda para terça-feira (9), por volta de 1h da madruga.

A confusão teria começado ainda no Corredor da folia de Buriti (MA) quando, segundo testemunhas, o empresário teria derrubado, acidentalmente, uma garrafa de bebida de um grupo de jovens que residiriam no bairro Bacuri. Inconformados os caras teriam iniciado um tumulto e um quebra-quebra de garrafas.

 Kaleu, então, foi perseguido por vários marginais e acabou sendo atingido por um furo profundo de faca, de aproximadamente um dedo, e ainda tentava escapar quando foi derrubado em frente à Pizzaria Big Brother, no final da Praça Matriz, e agredido violentamente por parte dos que o perseguiram. A Samu foi chamada, mas ele não resistiu e morreu ainda no local.

A polícia informou que dois suspeitos foram presos logo após o ocorrido e que estava na captura de um 3º elemento envolvido diretamente na morte de Kaleu.

Kaleu Torres era natural de Miguel Alves/PI e morava há mais de três anos no município de Buriti, onde era popular e conhecido por patrocinar todos os tipos de eventos realizados na cidade.

No dia 15 de Julho de 2015, o empresário Kaleu Torres participou e discursou na Caminhada pela Paz em prol da segurança pública, juntamente com milhares de buritienses.

A caminhada foi uma reação da sociedade, que de forma apartidária, se uniu para exigir medidas que acabem com os assaltos ao Banco do Brasil, aos Correios, aos postos de combustíveis, roubos a motos e também a depredação do patrimônio público.

Kaleu falou sobre a insegurança, sua decisão de morar em Buriti/MA e alertou para fato de as pessoas saberem os nomes dos bandidos da cidade e onde morariam, mas que nada seria feito pelas autoridades.


Image title


Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Correio Buritiense