Jovem encontrada morta em MS estava grávida, confirma perito

Jovem encontrada morta em MS estava grávida, confirma perito

Ainda segundo o coordenador de perícias, somente os laudos do exame de necropsia poderão constatar as circunstâncias e a causa da morte de Marielly

O Instituto Médico e Odontológico Legal (Imol) de Campo Grande confirmou a gravidez da acadêmica de contabilidade, Marielly Barbosa Rodrigues, que estava desaparecida desde o dia 21 de maio. Na manhã desta sexta-feira (17), o coordenador geral de perícias, Alberto Dias Terra, informou ao G1 que o instituto recebeu uma cópia do exame de sangue que a jovem teria feito antes do desaparecimento.

O corpo da jovem foi levado para o Imol no último sábado (11), dia em que foi encontrado em um canavial de Sidrolândia, a 70 quilômetros de Campo Grande. Durante os cinco dias que ficou no instituto foram feitos exames de identificação através de impressões digitais, análise de arcada dentária, além de radiografias e exame necroscópico.

?O exame de sangue que comprova a gravidez foi entregue pela própria família da jovem ao delegado Fabiano Nagata. Ele encaminhou uma cópia do documento ao Imol para ajudar o trabalho da perícia?, explica Terra.



Com a confirmação da gravidez, surgiram suspeitas de que Marielly teria sido vítima de um aborto mal sucedido que teria resultado em sua morte, no entanto a Polícia Civil também não descarta a possibilidade de homicídio. Ainda segundo o coordenador de perícias, somente os laudos do exame de necropsia poderão constatar as circunstâncias e a causa da morte de Marielly.

Segundo informações do instituto os laudos periciais do exame de necropsia serão divulgados apenas na terça-feira, dia 21 de junho, exatamente um mês depois do sumiço da jovem. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializda de Homicídios (DEH).

Sepultamento será em MT

O corpo de acadêmica foi liberado por volta das 22h de ontem (horário de MS) e foi levado para a cidade do Alto Taquari (MT) onde será sepultado. A família de Marielly viajou para a cidade mato-grossense na última quarta-feira (15).

Caso

A jovem de 19 anos, Marielly Barbosa, foi vista pela última vez pelos familiares no dia 21 de maio. Ela era acadêmica de Contabilidade e trabalhava como secretária em um escritório de advocacia.

Segundo a mãe da jovem, Eliana Barbosa, a última vez que viu a filha foi na hora do almoço. ?Ela disse que ia sair, mas não falou com quem e nem para onde ia?. Ainda segundo a mãe, ela não quis usar o carro e saiu a pé, levando apenas a bolsa e usando uma blusa rosa e um shorts jeans.

Fonte: g1, www.g1.com.br