Jovem estuprada e morta foi arrastada pelo cabelo, diz testemunha

Maria Aniely da Silva Carvalho foi morta no dia do seu aniversário.

Na noite do último domingo (16), uma jovem identificada como Maria Aniely da Silva Carvalho, de 22 anos,foi estuprada e morta a facadas durante uma tentativa de assalto no bairro Parque Alvorada, em Timon, no Maranhão. Na ação, um homem tentou assaltar a jovem e sua mãe, Elizabete da Silva Carvalho, de 37 anos.

Durante o ato sexual, a jovem tentou reagir, o que causou a raiva no criminoso que esfaqueou mãe e filha. Aniely foi a óbito ainda no local, já sua mãe foi transferida para atendimento médico no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde segue internada e ainda não sabe sobre a morte da filha. 

Uma mulher, que prefere não se identificar, relata como tudo aconteceu. “Quando abri a porta da minha casa, eu disse para minha mãe: 'Olha, mãe, tem um morto aqui e é uma mulher'. Eu observei que ela [a vítima] estava nua. Havia muito cabelo e ele [o acusado] provavelmente puxou ela pelo cabelo. A mãe gritava muito e quem ligou para polícia fui eu”, afirmou.

De acordo com informações, Aniely estava comemorando o seu aniversário quando por volta das 23h saiu do local junto com a mãe para procurar o pai que não estava na festa. No meio do caminho as duas foram abordadas pelo assaltante armado.

 “Ele abordou elas e não encontrou nenhum pertence, para aproveitar forçou a vítima a fazer sexo oral nele, não temos como saber se foi ela que reagiu tentando tomar a faca ou se foi a mãe que tentou impedir, mas foi nessa hora que ele esfaqueou as duas”, declarou a polícia.

Maria Aniely da Silva Carvalho
Maria Aniely da Silva Carvalho




Fonte: Portal Meio Norte