Jovem presa por forjar próprio seqüestro

Todas foram realizadas a partir do celular da jovem e gravadas pela mãe

Uma jovem de 18 anos foi presa na madrugada desta quarta-feira (21), em Brasília, suspeita de ter forjado o próprio sequestro. Estudante do segundo semestre do curso de direito, ela deixou o apartamento onde morava com a mãe na manhã de segunda-feira (19), dizendo que iria para a faculdade. Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal, 40 minutos depois de ter saído de casa ela telefonou para a mãe dizendo que havia sido sequestrada.

A mãe da estudante recebeu outras quatro ligações. Todas foram realizadas a partir do celular da jovem e gravadas pela mãe. Na primeira ligação, a jovem afirma que os supostos sequestradores querem dinheiro e ameaçam matá-la caso o resgate não seja depositado: ?Mãe, eles querem dinheiro, eles vão me matar!?

A mãe tenta tranquilizar a jovem afirmando que está tentando reunir o dinheiro, cerca de R$ 8 mil. ?Filha, deixa eu falar. Eu tou (sic) tentando levantar esse dinheiro. Tu sabe que eu não tenho esse dinheiro, filha. Deixa eu falar... Deixa eu falar com essa pessoa, filha?, diz a mãe pedindo para negociar com os supostos sequestradores.

Nesse momento, segundo a polícia, a jovem teria modificado a voz para fazer o papel de sequestrador: ?Oi, eu tô querendo esse dinheiro agora!? A mãe apela pela vida da filha e pede paciência aos supostos sequestradores: ?Olha, eu não tenho como conseguir esse dinheiro! Eu tou (sic) aqui falando com o meu gerente! Estou tentando levantar esse dinheiro aqui no banco! Eu sou uma manicure, eu não tenho dinheiro! Tenta um pouquinho de paciência, por favor!?

Diante do apelo da mãe, a filha, ainda no papel de sequestrador, estipula o prazo para o pagamento do resgate: ?Então, você tem até amanhã de manhã.? A mãe pergunta o horário. ?Amanhã de manhã a que horas? Pelo amor de Deus, tenha paciência!?, apela a manicure. ?Até a uma hora da tarde?, responde a filha no papel de sequestradora.

Segundo a polícia, para aumentar a pressão, a universitária ainda teria enviado uma mensagem de celular com uma nova ameaça de morte. A jovem foi presa enquanto dormia em uma pousada na Asa Norte, em Brasília. Aos policiais, ela disse que simulou o sequestro para saber se a mãe gostava dela.

O pagamento do resgate seria uma prova de amor. Para a polícia, a jovem pode ser condenada por crime de extorsão e pode pegar até dez anos de prisão. A estudante foi conduzida para a Penitenciária Feminina do Gama, cidade próxima a Brasília.

Fonte: g1, www.g1.com.br