Jovem que dizia ser 'Jesus' é acusado de matar a mãe a facadas

Ele andava paranóico com questões religiosas e dizia ser Jesus.

Um jovem identificado como Felipe Farina Garcia, de 25 anos, foi preso acusado de assassinar sua própria mãe  de nome Suely Guerra Farina, de 59 anos, após uma discussão em um condomínio onde moravam, na Vila Inglesa, na Grande São Paulo. De acordo com informações da Polícia Civil, dois vizinhos ficaram feridos durante a briga.

Informações de vizinhos repassadas à polícia dão conta de que mãe e filho tinham histórico de brigas anteriores. Na discussão ocorrida na noite de ontem, terça-feira, o jovem, segundo os relatos, utilizou uma faca e partiu para cima da própria mãe que, mesmo ferida, conseguiu sair do apartamento. 

 Suely Guerra Farina e o filho Felipe Farina Garcia (Crédito: Reprodução)
Suely Guerra Farina e o filho Felipe Farina Garcia (Crédito: Reprodução)

Aos gritos e já no andar de baixo, foi alcançada pelo filho e vizinhos ouviram o barulho e foram verificar o que estava acontecendo. Ao chegar ao local, presenciaram a mulher sendo esfaqueada pelo filho. Um dos vizinhos ainda tentou ajudar, mas acabou sendo ferido juntamente com outra pessoa que também tentou intervir.

Um amigo do acusado, que prefere não se identificar, conta que ele andava paranóico com questões religiosas e dizia ser Jesus Cristo.

"Perdemos um pouco o contato da faculdade, mas de vez em quando encontrava com ele correndo pelo bairro. Tava meio apegado com esse negócio de Igreja, achando que todo mundo era pecador. Uns amigos dele mais próximo falaram que ele dizia ser Jesus", contou.

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão de Felipe em flagrante. No quarto dele, os policiais enconrtaram 102 gramas de maconha. 



Fonte: Com informações do G1