Jovem sequestrada teve a virgindade "sorteada"

A polícia já prendeu cinco suspeitos de participação no crime

Uma jovem de 14 anos, moradora de Ceilândia, a cerca de 30 km de Brasília, teve a virgindade ?sorteada? após ser atraída para uma festa por uma colega de escola. Ela foi mantida sob cárcere privado durante quatro dias e foi estuprada, segundo a polícia. O crime teria acontecido em uma casa no Recanto das Emas, a cerca de 35 km da capital, na sexta-feira (13).

De acordo com o delegado Fernando Fernandes, da 24ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso, uma colega da vítima teria recebido dinheiro para levar uma menina virgem para a festa. No local, dois homens participaram de um ?sorteio? para saber quem iria tirar a virgindade da menina. Entretanto, ao ficar sabendo da idade da jovem, o vencedor do sorteio desistiu de ter relações sexuais com a menina, que ainda assim ficou sendo mantida em cativeiro.

Segundo o delegado, a vítima foi obrigada a ingerir bebida alcoólica, fumar maconha e cheirar cocaína. No dia seguinte, outros três homens chegaram ao local e a jovem, que estava sendo mantida presa, disse ter sido estuprada. Os exames do Instituto Médico Legal (IML) confirmaram que a jovem sofreu abuso, segundo o delegado que investiga o crime.

Após quatro dias em cativeiro, a menina foi liberada na segunda-feira (16). A colega de escola que trouxe a vítima para a festa foi buscá-la e a ameaçou caso contasse a história para alguém. Mas a mãe da jovem percebeu a mudança no comportamento da filha e a levou até a polícia e ela contou tudo que havia acontecido.

A partir do depoimento, a polícia prendeu cinco suspeitos de participação no crime. Três homens, sendo que um deles confessou em depoimento o estupro da jovem, além da dona da casa onde a menina foi mantida em cativeiro e a colega de escola da vítima.

Fonte: g1, www.g1.com.br