Jovem será decapitado por estuprar crianças

Entre as vítimas, está uma criança de três anos, encontrada morta no deserto de Hael

Um jovem de 22 anos foi condenado na Arábia Saudita à decapitação e à crucificação pelo rapto e sequestro de cinco crianças, afirmou nesta terça-feira (3) o jornal saudita "Okaz".

Entre as vítimas, está uma criança de três anos, encontrada morta no deserto de Hael, no sudoeste da Arábia Saudita, onde o acusado a havia deixado após tê-la violentado, acrescentou o jornal.

Um Tribunal de Apelações de Riad confirmou o veredicto ditado em junho por um tribunal de primeira instância em Hael e condenou o suspeito, chamado de "estuprador de crianças", à decapitação e à crucificação.

O homem, preso com base no testemunho de uma criança de sete anos que ele tinha tentado violentar, sequestrava suas vítimas em áreas residenciais oferecendo-se para levá-las à escola, segundo a ata de acusação citada pelo Okaz.

Sequestro, assassinato, apostasia, assalto à mão armada e tráfico de drogas são crimes passíveis de pena de morte na Arábia Saudita, onde o criminoso, em alguns casos, é crucificado após a sua execução.

Este ano, 56 pessoas foram executadas no reino.

Fonte: g1, www.g1.com.br