Jovem universitária é enterrada e amigo tem a sua prisão decretada

Jovem universitária é enterrada e amigo tem a sua prisão decretada

O suspeito foi detido na noite de sábado e levado para a Divisão de Homicídios.

Alcimar Alves, de 44 anos, confessou em depoimento neste domingo (13) o assassinato de Pâmela Belarmino, encontrada morta na manhã de sábado (12) na praia da Ribeira, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. O suspeito foi detido na noite de sábado e levado para a Divisão de Homicídios.

Pâmela estava desaparecida desde sexta-feira (11), quando tinha sido vista pela última vez na saída da faculdade, em Bonsucesso, na zona norte, por volta das 10h. A jovem deveria chegar no estágio, no centro do Rio, ao meio-dia, mas como ela não apareceu, a empresa ligou para a casa dela.

Após a ligação, a família de Pâmela começou a procurar em hospitais e fez um boletim de ocorrência para registrar o desaparecimento.

A jovem foi enterrada neste domingo no cemitério de Irajá, na zona norte.

Fonte: r7