Jovens de 16 anos são suspeitos de matar taxista estrangulado

Jovens de 16 anos são suspeitos de matar taxista estrangulado

Eles usaram uma mochila do próprio motorista para estrangulá-lo e foram presos em flagrante

O taxista Ercule Castro Silveira foi assassinado por estrangulamento na noite desta quinta-feira na Linha Amarela. O crime aconteceu na pista sentido Barra da Tijuca, nas proximidades da Cidade de Deus. O motorista foi atacado por um casal que seria menor de idade e que havia embarcado no táxi perto da Rodoviária Novo Rio. O casal foi preso em flagrante e, no fim da noite, estava sendo levado para a Delegacia de Homicídios, que assumiu a ocorrência. Os jovens teriam 16 anos, mas a informação ainda precisa ser confirmada pela polícia. Eles usaram uma mochila do próprio motorista para estrangulá-lo. Ercules também foi atacado com um aparelho de GPS e outros objetos.

A vítima ainda tentou resistir, segundo a polícia, mas acabou morrendo no local. Operadores da Lamsa, concessionária que administra a Linha Amarela, estranharam o táxi parado na via e acionaram a Polícia Militar. Segundo o soldado Leandro d"Avilla, do Batalhão de Polícia Rodoviária, o rapaz foi encontrado ainda dentro do carro, ao lado do motorista, e a mulher, ao lado de uma mala, remexendo em objetos pessoais dela. Com ela, ainda foram encontrados dois papelotes de cocaina. Segundo o PM, o casal alegou que o taxista havia tentado vilolentar a jovem durante a corrida, mas nem o policial e nem colegas de trabalho do taxista acreditam na versão. ? Ele já trabalhava na nossa cooperativa há mais de 25 anos e também era pastor evangélico. Era pai de cinco filhos, e uma das filhas dele se casou há apenas alguns dias - disse o diretor-presidente da cooperativa Central Táxi, Lauro Cesar Miranda.

Segundo a PM, o casal disse que mora no interior de São Paulo e seguia para a Cidade de Deus, onde ficaria hospedado na casa de um amigo. Mas a informação ainda será checada pelos agentes. Ainda segundo a policia, o rapaz seria lutador de Muay Thai. Uma das faixas da Linha Amarela chegou a ser interditada no local do crime durante cerca de uma hora.

Fonte: O Globo