Jovens inventam próprio sequestro para extorquir dinheiro dos pais

No sábado (2), as adolescentes foram apreendidas e encaminhadas ao Juizado de Infância e Juventude.

Duas adolescentes de 15 e 16 anos, moradoras de Brasileia, cidade do Acre de cerca de 20 mil habitantes na fronteira com a Bolívia, montaram um plano para extorquir os próprios pais, informou a Polícia Civil do Acre. Forjaram o próprio sequestro com a ajuda de um jovem de 21 anos, se esconderam e um hotel e passaram a fazer ligações pedindo dinheiro e alegando torturas.


Jovens inventam próprio sequestro para extorquir dinheiro dos pais

Segundo a Polícia Civil do Acre, para conseguir se hospedar em um hotel na cidade de Cobija, na Bolívia, as adolescentes furtaram o avô de uma delas. O idoso de 83 anos guardava a aposentadoria em um guarda-roupa e foi distraído por uma das meninas, a neta, enquanto a outra pegava os R$ 3,2 mil.

Após o furto, no dia 25 de setembro, as adolescentes saíram de casa. No dia 28, deram entrada em um hotel em Cobija com o jovem, que passou a telefonar para a família exigindo a quantia de R$ 8,2 mil. Segundo depoimentos, as garotas também faziam ligações dizendo que estavam sendo torturadas e para que as mães não procurassem a polícia.

Uma garota de 13 anos também foi apreendida em Brasileia. Ela seria a informante do grupo junto às famílias, segundo a polícia. Ela repassaria informações sobre a movimentação dos pais das adolescentes. No dia 29 de setembro, uma das mães procurou a polícia, que rastreou as ligações e descobriu que eram feitas de orelhões na cidade boliviana.

A polícia do Acre informou que as investigações em cooperação com a polícia boliviana levaram ao registro do hotel feito em nome das meninas e do jovem. No sábado (2), as adolescentes foram apreendidas e encaminhadas ao Juizado de Infância e Juventude. Elas estão em um centro de internação para menores na cidade de Brasileia. O jovem de 21 anos foi preso e está no presídio Francisco de Oliveira Conde.

As três famílias foram ouvidas pela polícia após as detenções. Segundo a polícia, uma das mães se disse surpresa com o plano. A outra afirmou não ter se surpreendido, já que soube do furto ao avô dias antes.

Ainda segundo as investigações, as meninas afirmaram que pretendiam usar o dinheiro para viajar pela Bolívia e fazer compra. A polícia ainda investiga a ligação entre as adolescentes e o jovem.

Fonte: G1