Jovens que viram morte de garoto na webcam prestam depoimento

Os três meninos foram ouvidos pelo delegado do caso.

Os três jovens que viram a morte do garoto Gustavo Riveiros Detter, de 13 anos, durante um jogo online após ele cumprir um desafio que consistia em ficar sem respirar por vários segundos até desmaiar foram ouvidos pela polícia nesta terça e quarta-feira, em Santos, no litoral paulista.

O delegado responsável pelo caso, Carlos Schneider, ouviu o depoimento dos meninos que presenciaram Gustavo se sufocar ao vivo na webcam após perder uma partida do jogo ‘League of Legends’.

Além disso, todos os equipamentos, como computadores e celulares, também foram enviados para a perícia, onde deverão ser analisados durante os próximos dias por especialistas.

Nesta terça-feira, um primo de Gustavo escreveu um post em uma rede social, admitindo que já participou do desafio e fazendo um alerta para outros adolescentes que também praticam o "jogo do desmaio".

"Já fiz essas brincadeiras de mau gosto com vários amigos meus na rua. Com nossas próprias mãos apagávamos uns aos outros e voltávamos à realidade e por sorte, ressalto, muita sorte, nenhum de meus amigos morreram, ou tiveram sequelas. Venho aqui para dar um alerta para que não brinquem dessa forma", escreveu.

Na sequência, o primo relata o sentimento da família após a morte de Gustavo, além de pedir que os jovens pensem nos parentes antes de participar de desafios como este. "A família inteira encontra-se em grande estado de choque. Pensem nas suas famílias e nas pessoas que fazem tudo por vocês. Por causa de uma idiotice como essa, vocês podem acabar com a sua vida e com a vida das pessoas que estão próximas a vocês", diz.

Jovem se sufocou após perder jogo (Crédito: Reprodução)
Jovem se sufocou após perder jogo (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1