Jovens são agredidas em casa noturna após recusarem assédio

As vítimas relataram a denúncia e registraram um B.O.

Na noite da última quinta-feira (28), duas jovens fizeram uma denúncia onde afirmaram terem sido espancadas dentro de uma casa noturna, em Curitiba. De acordo com elas, a agressão teve início depois que elas se negaram a ficar com dois rapazes que também estavam no local. E o pior:  a violência teria sido feita por outra mulher, amiga dos rapazes, que teria se revoltado com a negativa das moças.

O grupo de amigos seria membro de uma academia de luta da cidade. Ainda segundo as jovens que foram agredidas, elas acionaram os seguranças da casa noturna e relatado o ocorrido, porém, os funcionários não teriam tomado nenhuma providência. De acordo com o depoimento de uma das garotas, os seguranças ficaram olhando a briga até que uma delas ficou desacordada no chão. As vítimas teriam sido socorridas por amigos e encaminhadas até o Hospital Cajuru, onde passaram por exames e foram liberadas.

A casa noturna confirmou o ocorrido, mas alegou não saber o motivo da confusão. Segundo a nota, o estabelecimento tomou todas as medidas cabíveis para amenizar a situação e está apurando as informações de todas as partes envolvidas no caso.

 As vítimas estiveram no IML (Instituto Médico Legal), acompanhadas de familiares, para fazerem o exame de corpo de delito. As jovens registraram um boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, mas o caso foi encaminhado ao 3º Distrito Policial de Curitiba. Imagens de câmeras de segurança mostram que os seguranças mostram o momento em que os seguranças estão separando a briga, o que vai contra a versão apresentada pelas vítimas. De acordo com a casa noturna, a confusão teria durado 10 segundos.
Image title
Image title

Fonte: Com informações do R7