Juiz baleado em uma blitz vai depor em hospital

Juiz baleado em uma blitz vai depor em hospital

Carro de juiz foi atingido por tiros de fuzil

A Corregedoria da Polícia Civil vai ouvir o depoimento do juiz Marcelo Alexandrino Costa, 39, no Hospital Pasteur, no Méier, Rio de Janeiro. O magistrado deixou o CTI da unidade e foi transferido para um quarto.

Segundo o corregedor José Augusto, o depoimento da vítima será fundamental para esclarecer os tiros disparados contra o carro dela por policiais da 41ª DP (Tanque) durante blitz nesse sábado.

Os seis policiais envolvidos no caso prestaram depoimento nessa terça-feira e teriam mantido a versão inicial de que trocaram tiros com bandidos em um carro preto. Ainda serão ouvidas duas testemunhas, a mulher e a sogra do juiz. Peritos estão traçando a trajetória dos tiros através de medições.

Nessa terça-feira, o corregedor esteve no Hospital Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, para recolher projétil arrecadado no corpo da enteada do juiz, também baleada na blitz.

Fonte: Terra, www.terra.com.br