PB: Juíza condena 6 por estupro coletivo; penas chegam a 44 anos

Eduardo dos Santos Pereira, é acusado de ter planejado o estupro coletivo como presente de aniversário para o irmão

A juíza Flávia Baptista Rocha condenou seis dos dez acusados pelo estupro coletivo contra cinco mulheres e do assassinato de duas delas em Queimadas, na Paraíba. Cabe recurso.

A maior pena, de 44 anos, foi para Luciano dos Santos Pereira. Seu irmão, Eduardo dos Santos Pereira, é acusado de ter planejado o estupro coletivo como presente de aniversário para ele. Durante a festa, em fevereiro, os homens fingiram um assalto para estuprar as mulheres. Eduardo será levado a júri popular no início de 2013.

Ainda conforme a investigação, um dos irmãos assediava, sem ser correspondido, uma das vítimas. Na festa, quatro homens armados e encapuzados invadiram o local e estupraram cinco mulheres. Segundo a polícia, eles tiveram o auxílio de mais dois homens que já estavam na comemoração para levar as mulheres para um dos cômodos da casa. Depois que as vítimas foram trancadas, Luciano e o irmão também teriam ido até o aposento para participar do estupro.

O grupo fugiu em dois carros, levando como reféns a secretária Michelle Domingos, 29 anos, e a professora Isabela Pajuçara, 28 anos - mais tarde encontradas mortas. Elas teriam sido assassinadas porque reconheceram os irmãos.

Fonte: Terra