Julgamento de Bruno deve durar três dias e vai contar com 12 testemunhas

Tribunal do Júri, em Contagem, vai disponibilizar 120 lugares para plateia

O julgamento do goleiro Bruno Fernandes e de sua ex-mulher, Dayanne Rodrigues, no próximo dia 4 de março, no Fórum de Contagem, na Grande BH, não deverá ultrapassar três dias de duração. A expectativa da juíza Marixa Fabiane Lopes é ler a sentença dada pelos sete jurados até o meio da próxima semana.

De acordo com o TJMG, serão convocados 14 testemunhas, pouco mais de um terço do total da primeira fase do júri, em novembro de 2012, quando 35 pessoas foram chamadas. Todos deverão ficar hospedados em um hotel, juntamente com os sete jurados. A defesa dos outros cinco acusados envolvidos no caso também terá direito a fazer perguntas para Bruno e Dayanne.

O Tribunal do Júri de Contagem vai disponibilizar 120 lugares para a plateia. Os assentos serão distribuídos entre jornalistas, estudantes de direito e familiares dos réus. O uso de celulares e qualquer outro tipo de equipamento eletrônicos como computadores e tablets está proibido. Quem optar por sair do local, antes do término da sessão, não poderá voltar a acompanhar o júri. As medidas foram tomadas, após uma série de problemas observados durante o julgamento do ano passado.

Fonte: R7, www.r7.com