Justiça autoriza quebra de sigilo de envolvidos

Justiça autoriza quebra de sigilo de envolvidos

Segundo o Tribunal de Justiça, pedido foi feito pela polícia civil

A Justiça de Minas Gerais autorizou, nesta quinta-feira (15), a quebra de sigilo telefônico de cinco suspeitos de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio. Devem ser quebrados os sigilos telefônicos de Marcos Aparecido dos Santos - o Bola, Elenilson Vitor da Silva, Wemerson Marques, Flávio Caetano Araújo e do menor, apreendido no Rio de Janeiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o pedido foi feito pela Polícia Civil.

O promotor Gustavo Fantini também entrou com um pedido de quebra do sigilo telefônico de cinco envolvidos no assassinato de Eliza, nesta quinta-feira. Segundo a assessoria de imprensa do MP, os pedidos são para quebra do sigilo do goleiro Bruno, da esposa do jogador, Dayane de Souza, de Luiz Henrique Ferreira Romão (conhecido como Macarrão), de Flávio Caetano Araújo e de Wemerson Marques.

A assessoria de imprensa do TJMG não soube informar se o pedido de quebra de sigilo telefônico do Ministério Público foi protocolado e aceito.

Fonte: g1, www.g1.com.br