Justiça autoriza quebra do sigilo telefônico de Verônica Verone

Justiça autoriza quebra do sigilo telefônico de Verônica Verone

Peritos que participaram, no último sábado, da reconstituição do assassinato do empresário morto

O Tribunal de Justiça (TJ-RJ) autorizou, nesta segunda-feira, a quebra do sigilo dos dados cadastrais telefônicos de Verônica Verone de Paiva, assassina confessa de Fábio Gabriel Rodrigues em um motel de Itaipu, Região Oceânica de Niterói.

Peritos que participaram, no último sábado, da reconstituição do assassinato do empresário morto no dia 14 de maio, disseram ao Fantástico, da TV Globo, que a assassina confessa teria força suficiente para arrastar sozinha o corpo da vítima do quarto até a garagem. Para simular o corpo de Fábio, os policiais utilizaram na reconstituição um saco de areia com o mesmo peso do empresário - 90 quilos.

Reconstituição do crime

A simulação do assassinato no motel de Niterói durou cinco horas. A polícia fez ainda acareação entre a suspeita e os funcionários do motel para detectar possíveis contradições. O laudo deve ficar pronto em 30 dias.

A movimentação no motel começou às 11h30 e terminou às 16h30. Para simular o corpo do empresário, um saco de areia de 90 quilos, peso de Fábio, foi usado. A polícia espera esclarecer, entre outras coisas, se Verônica teve ajuda de alguém para arrastar o corpo do quarto até o carro.

Advogado de Verônica, Rodolfo Thompson admite que o depoimento de sua cliente apresenta contradições. ?As contradições da minha cliente estão acontecendo de acordo com os fatos, e os fatos mudam. Ela diz que enforcou e acha que o matou. Aí vem o laudo e diz: olha, por aqui não foi?, comentou.

A delegada da 77ªDP (Icaraí), Juliana Rattes, não quis falar sobre a simulação, que foi cercada de cuidados para evitar a aproximação da imprensa e de curiosos. Parte da Estrada Francisco da Cruz Nunes foi interditada.

Irmã de Fábio, Rosemary Barroso ficou revoltada ao ser impedida de participar da simulação. ?Não vou acreditar se o laudo apontar que ela arrastou meu irmão sozinha".

Fonte: Terra, www.terra.com.br