Justiça decreta prisão de dentista suspeito de danificar dentes

Uma perícia revelou que uma das vítimas do dentista perdeu totalmente as funções mastigatórias, fonéticas e estéticas

Um dentista suspeito de causar danos a pacientes após aplicar sedativo em Capão da Canoa, no litoral norte do Rio Grande do Sul, teve prisão decretada pela Justiça. Ele não foi encontrado e é considerado foragido. No dia 27 de setembro, ele foi denunciado pelo Ministério Público do RS por lesão corporal grave, posse ilegal de arma de fogo e coação no curso do inquérito policial.

De acordo com as investigações, o homem sedava pacientes e causava danos irreparáveis aos dentes com o intuito de lucrar, depois, com implantes dentários. Em um mandado de busca e apreensão no dia 13 de setembro, policiais apreenderam um revólver calibre .38 e uma pistola 380.

Uma perícia revelou que uma das vítimas do dentista perdeu totalmente as funções mastigatórias, fonéticas e estéticas. O cirurgião dentista, após ter sedado a paciente, teria desgastado seus dentes causando-lhe dano irreparável. Ele responde também por processo disciplinar junto ao Conselho Regional de Odontologia.

Fonte: Terra