Justiça determina mandado de prisão do "tarado do Dona Clara"

Justiça determina mandado de prisão do "tarado do Dona Clara"

Marcel Barbosa dos Santos foi encontrado na noite de quarta-feira (29) pela Polícia Militar e conversou com jornalistas sobre os crimes

Depois de passar quase 12 horas solto por falta de mandado de prisão, o homem suspeito de abusar de 40 adolescentes na região do Dona Clara, na Pampulha, foi detido novamente na tarde desta quinta-feira (30) após realizar exames de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

Marcel Barbosa dos Santos foi encontrado na noite de quarta-feira (29) pela Polícia Militar e conversou com jornalistas sobre os crimes, mas foi liberado em seguida. Hoje, com a ameaça de invasão de curiosos a sua casa, foi conduzido sem algemas para o IML até a expedição do mandado de prisão.

Ele será apresentado às 16h na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) pela delegada do caso, Iara França Camargos, a comandante do policiamento de BH, Cláudia Romulado, e o responsável pela prisão, capitão Almeida.

Lágrimas

Ontem à noite, o homem chorou muito durante entrevista. Ele justificou os crimes contra meninas dizendo que foi abusado quando era criança. Santos chegou a atacar seis filhas de policiais e, dentre as vítimas que fizeram o reconhecimento do criminoso, está uma criança de apenas 11 anos.

Ao prantos, o ?Tarado do Dona Clara? confessou ter feito mais de 40 vítimas e alegou que o primo dava uma moeda para ele em troca de sexo oral. Porém, ao ser questionado sobre o motivo dos crimes, ele não soube explicar.

? Não era prazer, não era nada gente. Eu não sei, não dá para explicar isso não.



Fonte: r7