Justiça manda soltar adolescentes suspeitos de atear fogo em dentista

As informações são da rádio CBN.

Uma decisão da Vara da Infância e da Juventude de São José dos Campos, no interior de São Paulo, ordenou a soltura de três adolescentes suspeitos de envolvimento na morte do dentista Alexandre Gaddy Peçanha, 41 anos, queimado vivo após um assalto no dia 27 de maio. As informações são da rádio CBN.


Justiça manda soltar adolescentes suspeitos de atear fogo em dentista

Segundo a decisão, o juiz Marco César Vasconcelos considerou que os adolescentes não poderiam continuar detidos por falta de prova pericial. De acordo com Vasconcelos, a única prova do crime teria sido o depoimento de um dos adolescentes, enquanto os outros dois negaram o envolvimento.

Os adolescentes estavam detidos desde o dia 13 de agosto. Agora, apenas dois adultos continuam presos, aguardando julgamento.

Fonte: Terra