Justiça mexicana divulga foto do homem que teria atirado no jogador Cabañas

Justiça mexicana divulga foto do homem que teria atirado no jogador Cabañas

A Procuradoria também divulgou os endereços domiciliares dos dois homens acusados

A Procuradoria Geral de Justiça da Cidade do México divulgou na noite desta terça-feira as fotos e os retratos falados do homem acusado de atirar no atacante paraguaio Salvador Cabañas, do América do México e da seleção de seu país, e de seu companheiro na madrugada de segunda-feira. José Jorge Balderas Garza, de 35 anos, é que teria feito os disparos, e seu acompanhante chama-se Eduardo García Alanís e não Francisco como havia sido divulgado anteriormente. Ele tem 43 anos, informa o jornal mexicano "El Universal".

A Procuradoria também divulgou os endereços domiciliares dos dois homens. Garza mora em Iztacalco, região administrativa que fica no Nordeste da Cidade do México, enquanto Alanís reside no muncípio de Coacalco. Segundo o subprocurador de Averiguações Prévias, Luís Genaro Vásquez, os dois domicílios se encontram custodiados por policiais judiciais, e se espera que nas próximas horas se obtenha um mandado de busca.

Alanís já havia sido detido em 13 de janeiro por policiais de Tacubaya e foi apresentado ao Ministério Público federal por porte ilegal de armas, mas acabou sendo liberado sem se conhecer os detalhes. O nome completo da bailarina cubana que aparece no vídeo divulgado pela Procuradoria do Bar Bar, local do crime, é Diana Hernández Díaz.

Fonte: Globo, www.globo.com