Justiça nega pedidos de habeas corpus a suspeitos

Justiça nega pedidos de habeas corpus a suspeitos

Ao menos três pedidos de liberdade para Bruno aguardam decisão da Justiça

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) negou, na noite de terça-feira (27), os pedidos de habeas corpus para três suspeitos de envolvimento no sumiço de Eliza Samudio.

Os pedidos de liberdade para Wemerson Marques de Souza, Elenilson Vítor da Silva e Flávio Caetano de Araújo haviam sido feitos na segunda-feira (26), pelo advogado dos suspeitos Ércio Quaresma. Os três estão presos no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem (MG).

Segundo o TJMG, se concedidos, os pedidos de habeas corpus poderiam beneficiar também o goleiro Bruno de Souza, Dayanne Souza, Luiz Henrique Romão (conhecido como Macarrão) e Sérgio Rosa Sales, inseridos como interessados nos pedidos.

Pelo menos três pedidos de habeas corpus para o goleiro Bruno aguardam decisão da Justiça. Nenhum deles, no entanto, foi solicitado por Quaresma, que também representa o jogador.

Eliza Samudio está desaparecida desde o início de junho e é considerada morta pela polícia. Ela teve um relacionamento com o goleiro Bruno no ano passado e brigava, na Justiça, pelo reconhecimento da paternidade do filho de cinco meses, que seria do jogador.

Fonte: g1, www.g1.com.br