Justiça ouve sobreviventes da boate Kiss sobre tragédia em Santa Maria

Justiça ouve sobreviventes da boate Kiss sobre tragédia em Santa Maria

Polícia Civil entrega dados de 25 vítimas do incêndio nesta segunda-feira.

Nesta segunda-feira (18), a Justiça recebe os dados de 25 sobreviventes do incêndio ocorrido na boate Kiss, em Santa Maria (RS), em janeiro deste ano. Com isso, de acordo com o Tribunal de Justiça do Estado gaúcho, o juiz Ulysses Fonseca Louzada, da 1ª Vara Criminal de Santa Maria, responsável pelo processo criminal da boate, irá marcar o depoimento das vítimas ainda para dezembro, antes do recesso do Judiciário.

No mês passado, a Justiça determinou uma limpeza e descontaminação da boate para avaliar se é possível realizar uma reconstituição do incêndio que deixou ao menos 242 mortas. Louzada enviou um ofício à Prefeitura de Santa Maria e pediu que a limpeza da área fosse feita sem que a estrutura do prédio fosse comprometida. Após a descontaminação, o mesmo juiz deve decidir se a reconstituição será feita.

A boate ainda está lacrada com tapumes. A Brigada Militar disponibiliza ao menos um policial para fazer a segurança na boate 24 horas por dia para preservar o local até que a Justiça determine a liberação.

Incêndio

O incêndio dentro da boate Kiss no centro de Santa Maria, cidade a 290 km da capital, Porto Alegre, aconteceu na madrugada de 27 de janeiro.

O fogo começou porque, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, um dos integrantes acendeu um artefato pirotécnico ? uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" ? que ao ser lançado atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. As chamas se espalharam em poucos minutos.

A casa noturna estava cheia na hora em que o fogo começou. Cerca de mil pessoas estariam no local. O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Os donos não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da boate estava vencido desde agosto de 2012, afirmou o Corpo de Bombeiros.

Fonte: R7, www.r7.com