Justiça proíbe Hudson de chegar perto da filha e da ex-mulher

Justiça proíbe Hudson de chegar perto da filha e da ex-mulher

Cantor deve ficar a um quilômetro de distância das duas e da família da ex.

O cantor Udson Cadorini Silva, de 40 anos, da dupla sertaneja Edson & Hudson, está proibido de chegar perto da primeira ex-mulher e da própria filha, conforme decisão da Justiça de Limeira (SP). O sertanejo deve ficar a pelo menos um quilômetro de distância das duas e não poderá usar qualquer meio de comunicação para obter contato, segundo medida cautelar publicada no Diário da Justiça no dia 5.

A medida também se estende ao atual marido da ex-mulher e a todos os familiares dela.

Hudson foi preso duas vezes no mês passado por porte e posse ilegal de armas. A primeira prisão, na madrugada do dia 20 de março, ocorreu em rua do bairro Vila Cláudia. Policiais militares abordaram o cantor depois de um chamado da ex-mulher, que ligou para a PM após receber mensagens de celular avisando que o sertanejo iria até a casa dela. A PM encontrou no carro dele uma pistola 380, um revólver 38, um canivete, um soco-inglês e uma faca de cozinha. Hudson foi preso, pagou R$ 6 mil de fiança e foi solto.

No mesmo dia, à noite, o cantor foi preso novamente depois que policiais militares foram à casa do músico e encontraram uma carabina, uma bereta, munições de uso proibido e maconha. O sertanejo teve a liberdade provisória concedida pela Justiça na noite do dia 21 e poderia deixar a delegacia de Limeira se pagasse uma segunda fiança de R$ 12 mil. Prisão preventiva decretada no dia 22, porém, anulou a medida e ele foi levado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba e depois à penitenciária de Tremembé.

Na tarde do dia 23 de março, o Tribunal de Justiça (TJ-SP) concedeu habeas corpus ao músico, dando a ele o direito de responder aos crimes em liberdade. "Sou inocente. Nunca fui assassino, traficante, nunca fui ladrão", disse o sertanejo na data.

Advogado quer inverter decisão

Segundo o juiz da 1ª Vara Criminal de Limeira, Rogério Danna Chaib, caso o cantor não cumpra a determinação poderá ter a prisão preventiva decretada imediatamente.

"Quem precisa de distância dessas pessoas é o Hudson. Quero aumentar para dez quilômetros", disse o advogado do cantor, Manuel dos Reis Andrade Neto, que ainda culpa a filha do cantor por toda confusão.

?Foi por causa da filha dele que deu todo o problema. E a ex-mulher fez tudo isso", afirmou Andrade Neto. O advogado afirmou que vai entrar com o pedido para aumentar a distância na semana que vem. ?Pode parecer estranho, mas vou fazer o pedido sim. Será melhor para o Hudson", relatou.

Fonte: G1