"Justiça será feita", diz mãe de jovem que foi carbonizada dentro de carro

O carro foi achado a cerca de seis quilômetros do centro da cidade, na entrada da Escola Agrícola, próximo ao km 106 da BR-158.

A mãe da estudante de enfermagem Kimberly Ruana Ruckert, 22 anos, encontrada carbonizada dentro do próprio automóvel no sábado à tarde, em Palmeira das Missões (RS), usou o seu perfil no Facebook nesta terça-feira para agradecer o apoio recebido com a perda da filha. "Sem sono, pensando na minha criança, minha princesa, luz da minha vida. Justiça será feita. Obrigado pelas tantas mensagens. Sintam-se felizes por terem compartilhado de momentos da vida da Kim. Cada um do seu jeito, teve um lugar no seu tão grande e nobre coração", escreveu a escrivã de polícia de Três Passos, Rejane Ruckert.

O carro foi achado a cerca de seis quilômetros do centro da cidade, na entrada da Escola Agrícola, próximo ao km 106 da BR-158. Kimberly estava desaparecida desde a noite de sexta-feira. A jovem morava em Palmeira das Missões, onde estudava no campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e trabalhava no comércio. Sem dar detalhes, a polícia disse que está progredindo no caso.

O corpo de Kimberly foi enterrado no final da manhã de segunda-feira em Três Passos, onde a família mora. Ainda no domingo, a mãe postou uma mensagem onde pede ajuda para esclarecer o assassinato da filha. "Estou sem chão, perdi meu bem mais precioso que era minha filha, minha amada, minha princesa. Por favor, ela não merecia o que fizeram com ela. Alguém deve ter visto alguma coisa. Ajudem, informem a polícia. Quem fez isso tem que pagar. É impossível que ninguém tenha visto. Ela saiu de casa as pressas e com certeza foi porque conhecia quem lhe chamou. Por favor ajudem, informem", escreveu.





Fonte: Terra