Ladrão clona cartão de Aécio Neves

O cartão que usava em nome do governador mineiro já teria sido destruído

Um homem foi preso nesta terça-feira (23) acusado pela polícia de usar cartões de crédito com nome de políticos. Segundo a delegacia, um dos cartões apreendidos está em nome de Roberto Requião (PMDB), governador do Paraná, de quem o suspeito também tinha uma identidade. A polícia também encontrou com o preso uma correspondência da administradora de cartões com a senha para um cartão de crédito em nome de Aécio Neves (PSDB), governador de Minas Gerais.

De acordo com policiais, o cartão que usava em nome do governador mineiro já teria sido destruído.

Segundo agentes da 63ª DP (Japeri), que fizeram a prisão, o preso tem mandados de prisão expedidos em Minas Gerais por tráfico, roubo e estelionato.

O suspeito foi preso em um shopping na Baixada Fluminense. Segundo agentes, ele ligava para administradoras de cartão de crédito e solicitava cartões em nome das vítimas. Ele tinha todos os dados exigidos pelas empresas e dava como endereço a casa dele, na Baixada Fluminense.

A investigação da polícia começou junto com uma administradora de cartões, que teria recebido um pedido de cartão adicional de um empresário paulista no nome do suspeito, que foi enviado para Japeri. Ele também estava com três cartões no nome de outros empresários de São Paulo.

A partir daí, os agentes chegaram à autoria do pedido, e conseguiram encontrar o suspeito dentro do shopping. A delegacia vai fazer buscas na casa dele no Rio e vai entrar em contato com a polícia mineira, para que sejam feitas buscas na residência dele de Minas. A polícia informou também que vai entrar em contato com todos os políticos que tiveram seus dados clonados. O preso será encaminhado para a Polinter.

Fonte: g1, www.g1.com.br