Ladrões arrastam idosa para roubar carro; vítima foi pendurada pela bolsa

Maria Aparecida foi levada para o Hospital São Paulo e passou por cirurgia.

Uma aposentada de 68 anos foi agredida e arrastada por oito metros, depois de ficar presa pela bolsa ao carro que dirigia, durante uma tentativa de assalto no Sacomã (na zona sul de São Paulo).

A vítima, Maria Aparecida Fernandes de Campos Machado, é ex-mulher do deputado estadual Campos Machado (PTB).

Segundo a polícia, Maria Aparecida seguia para a sua casa, por volta das 19h de anteontem, quando foi abordada por dois adolescentes. Ao menos um estava armado.

Os jovens, um de 17 e outro de 16 anos, tentaram tirá-la à força do veículo --um Ônix prata. Na ação, a bolsa, que ficou presa ao carro, se enroscou no pulso da aposentada.

A polícia informou que os adolescentes deram socos no rosto de Maria Aparecida. Ela ficou pendurada na porta do carro e eles aceleraram para tentar fugir do local. Maria Aparecida teve fraturas no pulso e nos ossos da face.

Segundo a polícia, no momento do assalto um carro policial sem identificação estava atrás do veículo da aposentada. Os policiais tentaram impedir a ação dos adolescentes, que atiraram.

Houve troca de tiros, segundo a polícia. Os jovens bateram o carro em um muro e fugiram a pé, mas o de 17 anos foi apreendido --ele estava com um revólver. O outro adolescente escapou, mas já foi identificado pela polícia e está sendo procurado.

Maria Aparecida foi levada para o Hospital São Paulo e passou por cirurgia. Depois, foi encaminhada para um hospital particular.

A reportagem não conseguiu falar com parentes da vítima. O deputado estadual Campos Machado não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: UOL