Larissa Riquelme não quis fazer B.O no Rio

"Estou bem... Agradeço a todos pelo apoio! Já passou o susto", escreveu a paraguaia no Twitter.

Larissa Riquelme, a paraguaia que acabou se tornando a Musa da Copa, foi assaltada quando passeava pela Avenida Vieira Souto em Ipanema no domingo, 25, por volta das 13h30. Ela pediu socorro a policiais do 23º BPM (Leblon) que estavam em uma viatura próxima e o EGO teve acesso a fotos exclusivas do momento. Os bandidos fugiram.

?Chamamos o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas para encaminhá-la à Delegacia Especial de Atendimento ao Turista. Mas ela não quis ir, porque assim perderia seu voo. Ela disse que preferia dar os documentos como perdidos?, contou o soldado Márcio, do 23º BPM.

"Estou bem... Agradeço a todos pelo apoio! Já passou o susto", escreveu a paraguaia no Twitter.

A morena estava acompanhada pela irmã, o namorado e uma amiga quando foi abordada por dois bandidos, que levaram celular, documentos, passaporte e duas câmeras digitais do grupo.

Do Paraguai, parentes de Nino Méndez, agente e namorado de Larissa, confirmaram o assalto. Por telefone, uma jovem que disse ser filha de Nino contou que o grupo está bem. Riquelme estava no Rio desde sexta-feira, quando posou para o Paparazzo.

O assalto a Larissa e seus amigos é um dos assuntos mais comentados no Twitter. Por volta das 12h, o nome da paraguaia estava em segundo no ranking brasileiro.



Fonte: Ego, www.ego.com.br