Latrocida é solto e depois se entrega a polícia no litoral

O caso estava sendo investigado pela 18ª delegacia de Polícia Civil de Brazlândia

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, o cobrador de transporte coletivo, Alex Costa Rodrigues, 29 anos de idade, no final da tarde de terça-feira (13) no km 33 da BR-402, quando conduzia uma Picape. Após averiguação, a polícia identificou que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. Em seguida, Rodrigues foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

Depois da averiguação foi constatado que o mandado seria embasado em uma acusação de latrocínio, morte seguida de roubo, realizado em 2002. Mas por falta da cópia do documento, o delegado Marcos Bastos liberou o acusado, que desde o crime estava foragido. Rodrigues teria invadido uma casa para roubar e matou a proprietária na cidade de Brazlândia, em Brasília. O parnaibano Alex tinha tem endereço fixo na mencionada cidade.

Rodrigo Moreira, delegado regional de Parnaíba, disse que a polícia não poderia garantir a prisão sem o mandado. Desta forma, de acordo com o delegado, pode configurar abuso de autoridade. Moreira disse que passou horas investigando até conseguir cópia do mandado expedido pela comarca do Distrito Federal.

O caso estava sendo investigado pela 18ª delegacia de Polícia Civil de Brazlândia. Enquanto a polícia de Parnaíba investigava o foragido, ele se apresentou na manhã desta quinta-feira (15) com presença de seu advogado. Alex Costa Rodrigues ficou preso enquanto aguarda vaga no presídio de Parnaíba ou recambiamento ao Distrito Federal.


Latrocida é solto e depois se entrega a polícia

Latrocida é solto e depois se entrega a polícia

Fonte: proparnaiba.com