‘Leva as duas ou me mata’, diz mãe que salvou bebê em assalto

‘Leva as duas ou me mata’, diz mãe que salvou bebê em assalto

Durante abordagem, ela desceu e puxou filha de 8 meses do banco de trás. Crime aconteceu na quarta-feira (3), no Parque Amazônia, em Goiânia

A mãe que salvou a filha de oito meses ao tirá-la de dentro do carro durante um assalto disse que não teve medo. A empresária Priscila Vilard, de 25 anos, conta que só pensava em pegar a criança, que estava no banco de trás do veículo. ?Eu só pensei: ou ele leva as duas ou me mata, mas eu vou tirar a minha filha. Ela estava no meio do banco. Eu desci, abri a porta e puxei [o bebê]. Não sei nem como consegui tirar o cinto de segurança da cadeirinha. Foi Deus mesmo?, relata.

Priscila lembra que tinha visto o ladrão descendo a rua onde o assalto aconteceu, no Parque Amazônia, por voltas da 11h30 de quarta-feira (3). ?Era um homem com boa aparência, bem vestido, descendo pela calçada. Eu tinha visto ele, mas como vou desconfiar?, indaga a mãe.

Segundo ela, o assaltante entrou pela porta do passageiro e anunciou o assalto. Priscila recorda que disse a ele que poderia levar o carro, mas que no banco de trás estava sua filha.?Ele só falava ?perdeu?, ?perdeu?, vou levar. Foi então que pensei em tirar minha filha. Nessa hora não tive medo, quando ele me viu tirando a criança, ele só falava: você é louca?, relata.

Após tirar a criança, Priscila correu para dentro da casa de uma amiga, em frente ao local do assalto. A mãe conta que toda a família dela está bastante assustada: ?Meu marido já me orientou a deixar levar o carro em caso de assalto, porque bens materiais a gente compra, mas era uma vida que estava lá. Minha mãe está de cama, ela tem a saúde frágil e adoeceu quando soube disso?.

O carro da empresária e o criminoso ainda não foram localizados. A polícia está investigando o caso.

Fonte: G1