Polícia liberta nove mulheres de falso Big Brother

As jovens já foram resgatadas pela polícia após uma denúncia dos parentes

A vontade de obter fama e a ingenuidade levaram nove mulheres turcas a passar dois meses trancadas em uma casa em Istambul, onde eram permanentemente filmadas, após serem enganadas com a ideia de que estavam participando de um programa ao estilo do Big Brother.

As meninas, com idades entre 16 e 22 anos, foram escolhidas em um falso casting pelos organizadores da farsa, após anunciar na imprensa que procuravam meninas para participar do programa televisivo.

As jovens, que já foram resgatadas pela polícia após uma denúncia dos parentes, assinaram um contrato em que se comprometiam a não deixar a casa nem telefonar para ninguém de fora, até que terminasse o programa, sob pena de uma multa de 25 mil euros.

Acreditando que eram estrelas de um programa televisivo, as meninas aceitaram ser gravadas 24 horas por dia, inclusive no banheiro. As imagens dessas cenas foram vendidas em sites.

Após as denúncias familiares, agentes policiais entraram na casa e detiveram um homem que estava no imóvel naquele momento. As nove jovens foram levadas para depor e foi aberta uma investigação sobre o caso.

Fonte: Terra, www.terra.com.br