Ligação do Disque-Denúncia ajudou a localizar suspeito de balear e matar grávida

Ligação do Disque-Denúncia ajudou a localizar suspeito de balear e matar grávida

Retrato-falado feito pela polícia foi divulgado um dia antes da prisão.

O principal suspeito de ter assassinado uma mulher grávida de nove meses na zona sul de São Paulo foi localizado por meio de uma ligação do Disque-Denúncia. Um retrato-falado feito pela polícia foi divulgado um dia antes da prisão.

Entre quinta-feira (10), quando foi divulgado o retrato, e a prisão do suspeito, outras sete pessoas foram levadas à delegacia para averiguação. Todas acabaram liberadas.

O homem abordado pela Polícia Militar foi o oitavo a ser conduzido ao 37º Distrito Policial. Durante a tarde, duas testemunhas reconheceram o rapaz. Uma delas dizia ter 100% de certeza de que se tratava do agressor.

Junto com ele, policiais militares apreenderam uma moto amarela, a mesma cor da motocicleta usada pela dupla de criminosos durante a tentativa de assalto à vítima.

O suspeito já havia sido preso por tentar assaltar um policial militar em novembro de 2010 usando um revólver de brinquedo. Ele chegou a ser condenado a um ano, nove meses e vinte dias de prisão, mas fugiu quando recebeu o benefício do regime semiaberto.

Na última sexta-feira, quando foi preso pela polícia, ele estava foragido da Justiça e tinha duas passagens por roubo.

O caso

A assistente administrativa Daniela Nogueira de Oliveira, de 25 anos, foi baleada na cabeça durante tentativa de assalto na noite da última terça-feira (8). Ela foi abordada por dois criminosos no momento em que chegava de carro ao condomínio onde morava, no Horto do Ypê, zona sul de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, Daniela teria reagido ao assalto e foi nesse momento que o jovem teria atirado na cabeça dela. O marido de Daniela viu da janela do apartamento quando o resgate chegou para socorrê-la.

Daniela, que estava internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Municipal do Campo Limpo, teve morte cerebral decretada na tarde de quinta-feira (10) e foi enterrada na sexta (11). Os parentes decidiram doar os órgãos da jovem.

A bebê foi salva em uma cirurgia de emergência e recebeu alta neste domingo.

O outro suspeito pela tentativa de roubo que terminou na morte da grávida foi detido pela polícia na madrugada deste domingo (13).

Fonte: R7, www.r7.com