Loira e mais magra, falsa grávida volta à depor em delegacia

Loira e mais magra, falsa grávida volta à depor em delegacia

Ela precisou dar explicações sobre as doações recebidas durante a farsa.

A mulher que enganou todo o País com uma falsa gravidez de quadrigêmeos voltou à delegacia para prestar esclarecimentos nesta semana. Maria Verônica, que ficou conhecida como ?a falsa grávida de Taubaté?, apareceu com uma aparência bem diferente do que tinha meses atrás: loira e com a silhueta mais enxuta.

Ela ficou na delegacia por cerca de uma hora e meia para dar explicações sobre todas as doações recebidas durante a farsa. Maria Verônica foi indiciada por estelionato e o marido dela, Kleber Vieira, por falsidade ideológica.

Para confirmar sua história, ela usou, na época, as imagens de ultrassom de outra pessoa. A mulher "roubada", que mora em Blumenau (SC), processou a falsa grávida, mas o caso acabou resolvido com um acordo entre os advogados: uma indenização de R$ 4 mil.

Maria Verônica faz terapia há quatro meses. Com o tratamento, ela já admite que inventou a mentira porque queria ter mais filhos (ela já tem um menino de 5 anos). Depois da descoberta, se arrependeu e pediu perdão à família.

Em entrevista, o psiquiatra Guido Palomba afirmou que o comportamento da falsa grávida é típico de quem sofre Pseudologia Fantástica, um distúrbio desencadeado quando a pessoa passa por uma grande frustração.

? Elas criam uma situação totalmente real e fantástica pra chamar atenção, mas elas vivem como se fosse real. A fantasia e a realidade nessas pessoas se misturam.

Fonte: r7