Lugar de criminoso é na cadeia, diz delegado Bareta

Lugar de criminoso é na cadeia, diz delegado Bareta

A linha de investigação da polícia para a solução da criminalidade no bairro e adjacências

O cenário do crime na Vila Irmã Dulce, Zona Sul de Teresina, continua sendo de medo para a população. Na manhã desta terça-feira, 15, foi encontrado o segundo adolescente queimado, constituindo-se a terceira morte ocorrida no bairro em apenas uma semana.

O homicídio é de um menor com iniciais J.C.A.B, de 15 anos. De acordo com os moradores, o assassinato aconteceu na noite desta segunda-feira, 14.

Sob investigação da Delegacia de Homicídios, o caso está recebendo o apoio da Polícia Militar. A linha de investigação da polícia para a solução da criminalidade no bairro e adjacências, de acordo com o delegado Bareta, da Delegacia de Homicídios, não deve ser revelada em razão da validação de novas linhas de investigações surgidas a partir de hipóteses formuladas.

Informações anônimas enviadas à reportagem da Rede Meio Norte apontam que grande parte dos jovens do bairro está indo embora. Informações apontam que os pais de vários adolescentes estão se desfazendo dos imóveis para irem embora do lugar.

?Nós recebemos determinação superior para eliminar qualquer possibilidade de existência do tribunal do crime. Esse tribunal vai terminar porque o lugar de criminosos é na cadeia?. O delegado Bareta faz alusão a uma relação de mais de 20 adolescentes da Vila Irmã Dulce que estão compondo uma lista para serem assassinados até o final do ano, conforme a denúncia.

?Nós não vamos aceitar em nossa pacata Teresina, nenhum indivíduo cometendo qualquer tipo de delito, eu posso lhe garantir porque há uma determinação dos nossos superiores?

Fonte: Denison Duarte