Marido que estrangulou mulher chora e se arrepende de crime: "Foi defesa"

Homem escondeu o corpo por dois dias e diz que vítima tentou estrangula-lo antes.

Alexsandro Gomes Corrêa, de 26 anos, estrangulou sua mulher, Andreza Salgado de Andrade, de 25 anos, após discussão na última sexta-feira (13), em Manaus. Segundo Corrêa, fofocas de vizinhos e o turno de seu trabalho, de madrugada, fizeram a mulher suspeitar de que ele estava tendo um caso.


MA: marido que estrangulou mulher chora e se arrepende de crime:

Arrependido, ele conta que na tarde de sexta-feira ela o agrediu. À noite, após fazerem compras, esperavam pelo ônibus que levaria Corrêa ao trabalho quando começaram a discutir. Ela teria dito que ligaria para a polícia para tirá-lo de casa. Quando o homem tentou impedir, a briga se agravou. O homem afirma que ela o tentou estrangular e que ele revidou.

? Achei que ela tinha desmaiado. Coloquei ela de volta na cama, fiz respiração boca a boca mas ela não voltava. Eu não sabia o que fazer, foi legítima defesa. Eu nunca iria fazer isso com a minha esposa.

Além do mau cheiro vindo da casa do casal e do sumiço de Andreza, os vizinhos decidiram ligar para a Polícia Militar. Quando a polícia chegou ao local, encontrou a mulher morta embaixo da cama.

O delegado responsável pelo caso, Fernando Bezerra, afirmou que, apesar de o acusado não ter antecedentes criminais, vai para a cadeia.

? Ele não é um homicida. Foi um infortúnio, uma infelicidade. Mas, a lei tem que ser aplicada e ele vai ser recolhido ao sistema carcerário.

Corrêa e Andreza eram casados há 10 anos e tinham quatro filhos. Ela completaria 26 anos no dia seguinte ao assassinato.

Fonte: r7