"Namorada está grávida", diz mãe de jovem espancado no Maranhão

Delegado disse que a vítima não possuía passagens pela polícia.

Maria José Gonçalves, de 51 anos, mãe de Cledenilson Pereira da Silva, de 29 anos, que foi linchado após tentar assaltar um bar em São Luís, no Maranhão, afirmou durante entrevista ao site "G1" que namorada dele encontra-se grávida.

Image title

 "No velório, vi uma menina chorando bastante e perguntei quem era. Era a namorada dele. Foi aí que fiquei sabendo que ela está grávida de três meses do meu filho", disse. 

A mãe, que chegou para prestar depoimento junto com pai Antônio Pereira da Silva, 53, afirmou que o filho tinha planos de alugar uma casa para morar com a namorada."Teve um dia que ele chegou muito feliz em casa e eu sem entender nada. Só me falou dos planos que tinha. Não deu tempo nem de ele me contar a novidade [que seria pai]", afirmou.

Maria José conta ainda que Cledenilson não era seu filho biológico, mas isso nunca foi problema para a família.

"Todos eram tratados de forma igual e se davam muito bem. Lá em casa, ele morava comigo, meu marido (pai biológico) e mais um irmão (26 anos). Veio morar comigo quando tinha 13 anos quando conheci o pai dele. O Cledenilson nunca conheceu a mãe biológica, mas isso nunca foi problema, pois ele sempre dizia que a mãe verdadeira dele era eu", disse.

Cledenilson estava desempregado e era usuário de drogas. No entanto, segundo o delegado Claudio Barros, ele não possuía passagem pela polícia. Dona Maria José confirma esta informação relembrando desde a época em que Cledenilson era criança.

"Ele não chegava com nada roubado em casa e nem roubava nada de casa. Ele era calmo. Sabia que ele fumava, mas ele chegava em casa e ia dormir. Comigo, com o pai e com os irmãos ele sempre foi tranquilo. Garanto como ele era em casa, mas infelizmente não sei como era na rua com as companhias", disse.



Fonte: Com informações do G1