Mãe de Eliza não quer neto perto de Bruno

Mãe de Eliza não quer neto perto de Bruno

Sônia Moura pretende lutar pela guarda do neto

Se estiver realmente disposto a reconhecer a paternidade e pedir a guarda de Bruninho - filho da ex-amante Eliza Samudio, que está desaparecida -, o goleiro Bruno Souza terá, primeiro, que enfrentar a avó materna do bebê. Sônia Moura, que ganhou na Justiça o direito de cuidar do neto, não quer que o atleta se aproxime do menino e pretende contestar o pedido. Os advogados do jogador informaram que partiu dele a intenção de fazer exame de DNA e, caso o teste seja positivo, levar adiante a disputa pela guarda de Bruninho.

A advogada Maria Lúcia Borges, que defende os interesses da mãe de Eliza, disse que Sônia ficou muito abalada com a notícia e com as supostas declarações da defesa de Bruno. O advogado Ercio Quaresma teria dito que a avó de Bruninho abandonou a filha e, por isso, dificilmente ficaria com o neto.

"Depois de tudo o que fizeram com a filha dela, e ainda brincarem com o cadáver, agora falam em pegar a guarda do neto. É um absurdo. A última coisa que ela (Sônia) quer é uma aproximação com o Bruno", afirmou a advogada, que vai esperar o pedido judicial do goleiro para tomar providências.

Ainda de acordo com Maria Lúcia, a mãe de Eliza não quer dar continuidade ao processo de paternidade iniciado pela filha. "Ela não quer reconhecimento, alimentos, nada. A família tem condições emocionais e financeiras de criar o bebê. Ele pode requerer, é um direito dele, mas vamos contestar. Ele teria que ter condições mínimas para isso", disse.

Segundo ela, Sônia está em tratamento psicológico para se recuperar do trauma da perda da filha e ajudar Bruninho quando ele crescer. "Imagina como vai ser a reação desse menino quando souber a sua origem?", afirmou a advogada.

Fonte: Terra, www.terra.com.br