Mãe de menina morta queimada em ônibus é transferida para Brasília

Por volta de meia-noite, ela deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Foi transferida para Brasília na noite desta quinta-feira a mãe da menina Ana Clara Sousa, 6 anos, morta após ser atingida pelas chamas de um ataque criminoso a ônibus em São Luís (MA), na última sexta-feira. Juliane Carvalho Santos, 22 anos, teve 40% do corpo queimado e foi transferida em UTI móvel para a capital federal.

Por volta de meia-noite, ela deu entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Segundo informações, a jovem foi direto do aeroporto para o centro médico. O Hran é considerado um hospital de referência em tratamento de queimados.

Segundo boletim médico divulgado na manhã desta sexta, a situação da paciente é estável e Juliane respirava sem a ajuda de aparelhos.

Fonte: Terra