Mãe descobriu suposto estupro de suas filhas gêmeas de  apenas 4 anos em escola por um gari

Mãe descobriu suposto estupro de suas filhas gêmeas de apenas 4 anos em escola por um gari

Gari foi afastado da escola; polícia aguarda resultado do exame de corpo de delito

A mãe das gêmeas de 4 anos que teriam sido estupradas por um gari em uma escola municipal em Santa Cruz, na zona oeste do Rio, contou à reportagem da Record que descobriu os abusos quando uma das meninas começou a chorar em uma conversa.

As crianças se queixavam de dores na região genital. Pressionadas pela mãe, elas resolveram contar o que havia acontecido.

? Quando eu comecei a conversar com uma delas, a outra começou a chorar e falar também que o mesmo moço teria mexido nelas.

Quando levou o caso à coordenação da escola, a mãe levou um susto com a reação da diretora, que não aceitou a denúncia.

? Ela começou a gritar comigo dizendo que aquilo não podia ter acontecido na escola dela.

A Coordenadoria Regional de Educação abriu uma sindicância para apurar o caso. O gari foi afastado do colégio. Ele é funcionário da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana), que também prometeu investigar a denúncia.

As meninas já passaram por exame de corpo de delito e o resultado deve sair nos próximos dias. A mãe aguarda com ansiedade o desmembramento do caso, que foi registrado na Delegacia de Santa Cruz (36ª DP).

? Eu quero justiça pelo que ele fez com as minhas filhas, para que não faça isso com outras crianças.

Fonte: r7