Mãe diz que não sabia que criança seria entregue a coronel

O coronel foi preso em flagrante acusado de estupro.

A mãe da criança de 2 anos entregue a um coronel reformado da PM disse à polícia que não sabia que a filha dela seria entregue a Pedro Chavarry, suspeito de pedofilia. O bebê foi deixado com Pedro pela faxineira dele. O depoimento foi dado à polícia.

Na declaração dada aos investigadores, ela também afirmou que a faxineira de Pedro, Thuane Pimenta dos Santos, não tinha ficado com a criança antes. Ela disse também que não pediu ajuda para compra de fraldas e remédios e que não passava por dificuldades financeiras. A mãe da criança encontrada com coronel morava na mesma comunidade de Thuane, que afirmou que levaria a criança para fazer um cadastro para ganhar presentes de natal.

Thuane disse ainda à polícia que ligou para Pedro para saber se ele estava perto da casa dela para pagar uma faxina feita uma semana antes. Então, ela disse que estaria com a criança e que a mostraria para ele conhecer. O coronel, ainda segundo Thuane, teria perguntado do que a criança precisava e ela indicou fralda, remédio e pediu um lanche.

Horas depois, o coronel da PM foi preso em flagrante por estupro de vulnerável. Ele estava com a menina de dois anos dentro do carro e foi denunciado por uma funcionária da lanchonete.

Coronel foi preso acusado de estupro (Crédito: Reprodução )
Coronel foi preso acusado de estupro (Crédito: Reprodução )

Os investigadores disseram que a funcionária da lanchonete contou que esta não foi a primeira vez que o coronel esteve lá com uma criança dentro do carro.Em seu depoimento à polícia, a funcionária contou que a criança estava no carro deitada, vestindo apenas uma calcinha, aparentando estar "completamente assustada.

Pedro Chavarry já tinha sido acusado de um outro crime contra uma criança, há mais de vinte anos, foi absolvido. A polícia civil do Rio investiga agora se ele fez outras vítimas.   Em 2014, ele concorreu ao cargo de deputado estadual pelo PSL. Atualmente, é presidente da Caixa Beneficente da PM.

Fonte: Com informações do G1