Mãe é acusada de vender bebê para produção de filme pornô

Mãe é acusada de vender bebê para produção de filme pornô

A mãe vendeu a criança para Christopher Bour, por uma quantia não revelada de dinheiro.

Natisha Hillard está sendo acusada de vender sua filha, de apenas 18 meses de idade, para um homem que iria usá-la na produção de pornografia infantil. De acordo com documentos policiais, a mãe vendeu a criança para Christopher Bour, por uma quantia não revelada de dinheiro.

O FBI começou a investigar Bour após receber a denúncia de uma massagista alertando os policiais que o acusado estava enviando mensagens de texto para ela sobre suas intenções de abusar sexualmente da criança.

Segundo informações do tabloide Daily Mail, duas das mensagens de Bour, que foram divulgadas hoje (10), diziam: ?você quer me ver brincar com um bebê amanhã, um bebê de verdade " e ?tenho a chance de fazer isso de vez em quando, eu só queria saber se você poderia segurar a câmera?.

A massagista também disse aos agentes do FBI que tinha visto filmes de pornografia infantil no computador de Bour durante visitas anteriores à casa dele.

Um agente do FBI assumiu a identidade da massagista, e começou a trocar mensagens com Bour sobre o que ele planejava fazer com a criança. Ele respondeu então que já tinha feito isso antes e que a mãe da menina havia concordado com o vídeo que ele planejava fazer.

Os agentes do FBI invadiram a casa de Bour em Hammond, Indiana, e apreenderam o computador. Bour está sendo acusado por comprar a criança, produzir e possuir material pornografico infantil em sua casa.

Os agentes também encontraram vídeos e fotografias de pessoas envolvidas em atos sexuais com crianças e adolescentes, incluindo algumas do próprio Bour e de Natisha, a mãe da crinaça. Ela foi acusada de vender a menina, sabendo que ela seria usada na produção de material pornográfico.

Fonte: r7